sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Let me in!

Percorro uma estrada deserta, um caminho estranho sem avistar ninguém…
Nada me faz parar, nada me faz voltar atrás, quando o objectivo desta minha corrida contra o tempo és tu!
Horas passam, os dias foram-se tornando longos, a distância cada vez mais sentida, mas foi isso que me deu vontade de reforçar a nossa ligação!
Tu que és mais do que uma paixão, és o idealizar de um sonho perfeito, o quer vencer por tudo e por nada, o querer adormecer ao som do bater nos nosso corações juntos, o querer acordar a sentir o calor do teu corpo percorrer o meu… Tu  és vida!
Eu não te posso fazer amar-me, mas posso e vou lutar de todas as maneiras por uma oportunidade que não vou desperdiçar, que vou agarrar, uma oportunidade para mim e para ti!
Fecho os olhos, e não te vejo, mas melhor do que isso, eu sinto o meu interior modificado! Sinto que cresces dentro de mim, e o meu coração fica iluminado!
És tu a razão de me sentir com força, foste e és tu que me ensinas o significado da palavra esperança, crença, vontade, amor…
Deixa-me tentar, deixam-me entrar na tua vida, dar-te algo, que para mim é mais essencial do que receber!
Faz de mim um sonho também… faz… eu construo tudo à nossa volta!
Posso ficar aqui a sonhar enquanto escrevo, tu dás-me isso, mas eu quero sonhar contigo, eu quero sentir-te comigo, eu quero sentir que te recordas de mim quando vais dormir! Eu quero sentir-me especial contigo, como tu és especial para mim!
Diz-me de que cor são esses teus sonhos, dá-me o mapa da tua vida e deixa-me navegar até ti!
Tudo começa assim, e eu mesmo sem saber como vai acabar, acredito… 
Tu que me dás tanto, e eu fico sem saber o que te dou!
És e sempre serás especial, de qualquer das maneiras!
A minha obra literária és tu!

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Muito obrigado Stefanie! E muito obrigado por partilhares no Facebook ;)

      Eliminar