terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Apenas Amor

Vivo, momentos perplexos, de grande saturação emocional, mas ao mesmo tempo, o saber que atingi o topo das expressões sentimentais que algum dia poderia atingir… felizmente isso aconteceu contigo!
 Tu és o topo de um mundo ainda por descobrir, sinónimo de ambição, loucura, tentação… amor!
Tu és o bem mais sagrado que guardo dentro de mim, a sensatez inigualável, pura, a única que tenho e que quero continuar a ter!
 Tu és o grito mais alto que posso dar, a beleza exterior que iguala a interior, a nitidez com que faço essa ligação deixa-me sempre confortável ao saber que não tenho complexos, que vivo normalmente, mas que tu apareces e nunca mais te vais embora. Sei que nunca te vou precisar de encontrar, porque sempre vais estar aqui!
Torna a minha vida em pura harmonia, faz-me sonhar! Volta a fazer-me acordar com vontade, viver de verdade, ter aquele abraço de que tanto preciso!
Tu podes dar isto tudo, mas o mais importante… Eu sei que te posso dar isto, e muito mais!
 Faz a nossa vida fluir num só destino… Faz a nossa vida abraçar uma palavra, como as as estrelas abraçam a Lua!  
Faz o amor voltar a surgir, sonhar através desse amor, viver expectante com a certeza que um dia é muito bom, o outro dia ainda não o conheces mas já sabes que vai ser muito melhor…
Faz…
 Tu tens esse poder! Tu podes acreditar em ti, em mim… em nós!
Tu tens o poder de voltar a viver, e não de sobreviver sem consciência de que é isso que se passa de verdade!
Eu falo do “Tu” mas também do “Eu”
E esse “Eu” poderia ter tanto para te dizer, mostrar... Descobrir. Tudo são simples palavras comparadas com o mais importante: o amor!
O que realmente sinto, que me deixa envergonhado, atrapalhado, carente, ausente, mas orgulhoso! Não é uma paixão, muito menos obsessão, é a expressão mais sincera que tenho dentro de mim!
Eu só preciso de ti para completar o que falta em mim!
De qualquer maneira…. Eu Amo-te, hoje e sem jurar por amanha mas consciente do que digo: SEMPRE!

6 comentários:

  1. adorei.. beijinhos ass stefanie

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigado Stefanie! :) Continua a acompanhar ;)

    ResponderEliminar
  3. Somos o tudo e o nada,levamos dentro a força e a debilidade escondida,ou a mostra..Porém por mais que a vaidade,o orgulho nos levam a uma certa glória...Também,algo vem e diz e nos permite perceber sentir,que não somos auto-suficientes..A vaidade é uma armadilha perigosa e há que olhar no própio espelho:Teu "EU",e acreditar que não somos máquinas,uma mão se junta a outra,por isso temos essa necessidade de expressar,amar como teu texto diz:Sem jurar...O amor nada pede,e não se define.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras Iolanda, foram bonitas! Um beijo

      Eliminar
  4. És fantástico.. Ass: SOL

    ResponderEliminar